Sociologia Da Arte Pdf

More From MelFerrari

Com efeito, todos sabemos que a literatura, como fenmeno de civilizao, depende, para se constituir e caracterizar, do entrelaamento de vrios fatores sociais. Para tanto, abordaremos alguns conceitos presentes no pensamento de Howard S. Como microcosmos, os campos filosfico, literrio, artstico, jurdico, religioso, cientfico etc. Por exemplo, justifica-se a reunio de determinadas obras em detrimento de outras em um museu, ou em um estudo crtico porque haveria, em certa medida, um julgamento objetivo para aquela congregao. Por estrtuturalismo ou estruturalista, quero dizer que existem, no prprio mundo social e no apenas nos sistemas simblicos linguagem, mito, etc.

Diante dessas formulaes era evidente que se retomassem as discusses sobre a fora social da arte. Por hora, para pensarmos como Becker dimensiona o valor esttico em sua metodologia, importante nos determos com mais vagar sobre o seu conceito de convenes. Assim, todo o ensaio perece se estruturar diante dos questionamentos que Lukcs faz em sua obra de sobre o teatro moderno. No entanto, essas crticas ao marxismo, como operando uma teoria do reflexo, no.

Analisaremos os problemas que emergem da tentativa de compreender a obra de arte num sentido distinto da crtica sociolgica de Silvio Romero e daquele formalismo da primira crtica literria. Sua crtica dirige-se mais especificamente aos tericos crticos marxistas da arte de sua gerao na Inglaterra e na Rssia e ideia de realismo socialista. Trata-se das explicaes pautadas em perspectivas puramente objetivistas das interaes sociais, localizadas pelo autor principalmente na tradio estruturalista. Nesse sentido, no se apreende a lgica do erro como algo inerente ao conhecimento e ao fazer cientfico, ignorando que este se d, por sua vez, em um processo de sucessivas e interminveis retificaes. Aos meus irmos que tanto admiro e de quem tanto tenho orgulho, Regina e Rodrigo.

Segundo Williams, essas teorizaes tinham o lado positivo de legar certa base material compreenso de cultura ao mesmo tempo em que a encaravam como capaz de interferir na realidade. Nesse contexto, Candido pode ser visto como um dos agentes responsveis pela consolidao desses cnones literrios no Brasil. Envolve tambm os fabricantes dos instrumentos necessrios s prticas artsticas e os responsveis pela circulao das obras em galerias, museus, editoras, teatros, etc. Essas so formas especficas de capitais que so distribudos de forma desigual entre os agentes, hierarquizando o campo em posies desiguais.

Bourdieu ir verificar o processo de ruptura entre essas duas polaridades, agora coadunando em nova configurao em um processo de autonomia dos valores burgus e sociais da arte. Para Becker, o ponto comum entre os mundos da arte e os outros mundos sociais, que tanto nestes quanto naqueles as atividades so realizadas na forma de uma ao coletiva. No entanto, a lgica inerentemente hierarquizante seria mantida, e, por essa caracterstica, os campos estariam mais propensos reproduo de sua lgica do que para mudana em termos estruturais. Assassinada pelo Estado, depois de ser acometida por uma infeco ps-cirrgica que se complexificou por conta das condies insalubres de um hospital pblico da cidade de Recife.

CENTRO DE CINCIAS HUMANAS LETRAS E ARTES

Isso explica, em termos, os usos ortodoxos de categorias e conceitos por algumas tradies marxistas. Onde o capital econmico, por exemplo, no determinaria de maneira direta o sucesso ou a posio do artista no plo. Ao professor Paulo Marcondes com o qual cursei diversas disciplinas no campo da sociologia da arte, na graduao e durante a confeco desta dissertao. How could be possible to think the aesthetic value of the artwork through sociology of art? No primeiro captulo discorreremos sobre quais seriam os elementos que produziriam uma tenso entre humanistas e socilogos da arte no tange ao reconhecimento do valor esttico das obras de arte.

Diante disso, procurar-se-ia obcecadamente o erro metodolgico que deveria ser exorcizado das prticas de pesquisa. Desse modo, se atingiria o entendimento sociolgico dos processos interativos em que esses programas de pesquisas so formulados. Ademais, para Candido, o sincretismo entre literatura e sociologia seria a expresso maior de nosso pensamento social. Entretanto, quando pensamos na rotina da pesquisa em sociologia da arte uma das caractersticas fulcrais que de suas anlises nfase no carter social da arte. Nesse instante, produzimos um modo de olhar objetivo para com a arte, que partilhado socialmente, assim, criamos diversos discursos sobre a arte.

Portanto, dentre as maneiras de se estudar os mtodos, o enfoque proselitista analisa-os com a convico de que existiria uma maneira perfeita de se realizar as pesquisas. Entretanto, para a compreenso da relao entre o texto de Candido e o contexto de sua formao intelectual, precisamos dar outro passo. Para o autor, o socilogo da arte deve se deter no estudo emprico dos momentos de rotina dos atores nos mundos da arte, para s ento poder criar generalizaes sobre os eventos que estuda. Entendo a teoria literria como uma reflexo sobre uma literatura concreta. Uma vez ocupado o terreno, era preciso criar estratgias de resistncias para ali permanecer com uma discusso coerente.

Contudo, a sua posio dentro do campo da teoria literria tensa em relao a outras posturas crticas que de alguma forma essencializam a literatura como uma forma pura e trans-histrica. Aquele que busca entender os problemas metodolgicos da Sociologia da Arte logo se depara com uma infinidade de perspectivas dspares no interior desse subcampo dos estudos sociolgicos.

3 HEINICH Nathalie. sociologia da

Pedro P. Ferreira

Ao contrrio de Becker, que se mostra reticente em abordar obras de arte especficas em sua sociologia da arte, centrando sua anlise nas interaes dos mundos da arte e em tudo aquilo. Entretanto, a metodologia da Candido, mostra-se como uma ferramenta interessante para uma sociologia da arte preocupada em no subdeterminar o objeto artstico na sua anlise. Em relao sociologia da arte ortodoxa, a ideia de que seriam as estruturas sociais que determinariam o ato criativo tambm afastada. Como dissemos anteriormente, quando, em um estudo sociolgico, se reconhece a arte como uma categoria sui generis, microsoft outlook 2007 programming pdf isso no implica dizer que o seu entendimento passar a ser essencializado.

Para complexificar essas questes, vejamos mais profundamente as influncias da tradio do pensamento sociolgico na estruturao do argumento metodolgico de Candido no ensaio. Nesse ponto, o argumento de Candido est em consonncia com os de Becker e Bourdieu, socilogos estabelecidos no campo da sociologia da arte. No seria essa questo, como vimos com Zolberg, que colocara em campos opostos os humanistas e os cientistas sociais no que tange compreenso da relao entre arte e sociedade? Essa forma de valorao possuiria um estatuto que deriva do processo de autonomizao do campo artstico. Os discursos sobre a arte podem advir, alm dos setores acadmicos, dos mercadolgicos, do Estado e de instituies de arte, artistas e associaes de artistas, curadores, colecionadores, etc.

Para Candido, a explicao da relao entre a obra e seu vinculo social a certa altura do sculo passado chegou a ser vista como chave para compreend-la e depois foi rebaixada como falha de viso. So Paulo, Expresso popular. Foi possvel compreender que o marxismo no foge ao paradoxo do valor e da valorao, erigindo tambm, em seus prprios termos, juzos de valor sobre o esttico. Entretanto, reconhecemos que tais observaes so de extrema importncia para que no se subdetermine ou sobre determine os aspectos do seu programa de sociologia da arte. Eu s conheo de nome isso, palavra de honra.

Porque eu sou muito contra a ideia de teoria literria em si, como uma matria autofgica. Sociologia do conhecimento. Para Bourdieu, Frederic possua as disposies ao agir, um habitus burgus, mas vindo de uma famlia desestruturada j que o pai era desaparecido esse habitus no fora totalmente internalizado por ele. Assim, preciso ficar claro que no s o processo de institucionalizao da sociologia.

Como presa a uma orientao basicamente subjetivista dentro da teoria social, a anlise fenomenolgica localiza por Bourdieu como o expoente clssico da tradio. Nem sempre o nosso contato com arte foi mediado por teorizaes. Foi o que nem sempre fez Slvio, devido a um conceito falho das relaes entre literatura e sociologia ou histria.

No entraremos aqui em consideraes mais diretas sobre o ambiente histrico, social e. Mas, a que tipo de estudos literrios Candido se refere criticamente? Nestes, sua marca central, seria uma intensa diviso do trabalho nas etapas de confeco, execuo e circulao da obra de arte. Seriam apenas os fatores internos aos mundos da arte os responsveis por conferir as dinmicas desses mundos? Contudo, no a orientao materialista presente nas teorias marxistas a responsvel por essa alcunha, mas algumas de suas manifestaes, em pontuais momentos histricos.

Sociologia da Arte

Com isso, instaurava-se uma nova configurao no campo literrio que deveria ser compreendida em seus prprios termos agora. Entretanto, a referida atitude terica de algumas tradies marxistas poderia conferir uma espcie de idealismo romntico concepo de arte e da cultura. Abstract This article presents an overview of the main theoretical and methodological approaches concerning the artistic phenomenon, considered to belong to the Sociology of Art. Seria impossvel explorar a imensido das contribuies que a crtica marxista da cultura e da arte nos traz abordagem sociolgica do valor esttico.

Esse contato com a obra serviria em alguma medida como trampolim para corroborar suas teses mais gerais da forma como deveriam se dar os estudos sociolgicos? Esse fato demonstra a autoridade e a influncia poltica do pensamento da crtica literria produzida em So Paulo naquele perodo. Onde os agentes do mundo artstico que seriam os nicos responsveis por conferir aos objetos o estatuto de candidato apreciao esttica. Essas foras, todos concordam, podem ter origens mais-que-literrias, mas esto dentro do complexo das relaes do escritor com a realidade.